Guru das Viagens
Para ter acesso a todos os conteúdos do Forum, tem de se registar Wink
Guru das Viagens

Aqui falamos de viagens e tudo o que estas envolvem: destinos, informações, promoções, agências, operadores de viagens, hotéis, excursões, quando ir, experiências...
 
InícioInício    Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Greve Segurança Aeroportuária Abril 2017
Qua 12 Abr 2017, 12:22 por Guru

» Surto de Hepatite A
Ter 11 Abr 2017, 18:04 por Guru

» Nova gama de repelentes Previpiq, até 50% de DEET
Seg 03 Abr 2017, 14:31 por Guru

» Incêndio no Iberostar Quetzal/Tucan
Seg 27 Mar 2017, 14:06 por AdoroViajar

» Contactos dos hoteis em Cayo Coco e Cayo Guillermo
Qui 09 Mar 2017, 00:22 por Guru

» Reclamações de voos atrasados
Qui 23 Fev 2017, 23:51 por AdoroViajar

» Interpass - centenas de pessoas dizem-se burladas
Qui 23 Fev 2017, 23:43 por Guru

» Contactos Disney de Paris e Hotéis
Qua 22 Fev 2017, 02:08 por Guru

» Varadero e Cayos pela Sonhando e Jolidey
Sex 10 Fev 2017, 17:37 por Guru

Tripadvisor
http://www.tripadvisor.com/
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha

Compartilhe | 
 

 Atentado terrorista, na Tunísia, em Port El Kantaoui, no Riu Imperial Marhaba

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Guru
Administrador
avatar

Mensagens : 382
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : LISBOA

MensagemAssunto: Atentado terrorista, na Tunísia, em Port El Kantaoui, no Riu Imperial Marhaba   Sab 27 Jun 2015, 14:02

O ataque perpetrado por um homem armado contra o hotel Riu Imperial Marhaba, em Port El Kantaoui, na costa oriental, a 140 quilómetros a sul de Tunes, ocorreu por volta das 12h, ontem, 26 de junho, na praia em frente ao hotel Riu Imperial Marhaba.

Um homem com espingarda de assalto AK-47, teria desembarcado de um bote de borracha na praia privativa do hotel, de t-shirt e calções como qualquer turista, e começou a disparar. A arma vinha disfarçada dentro de um guarda-sol.

Um total de 38 pessoas foram mortas e 40 pessoas ficaram feridas, o atirador foi abatido pelas forças de segurança.

O ataque foi esta noite reivindicado nas redes sociais pelo grupo radical autoproclamado Estado Islâmico.

No que diz respeito “às nacionalidades dos mortos, a maior parte é britânica e não há dúvida que estes eram os principais visados.

Uma portuguesa está também entre as vítimas mortais.
Maria da Glória Moreira tinha 76 anos. Há 15 anos que escolhia a Tunísia como destino de férias. Estava viúva há 2 anos e este ano tinha decidido ir sozinha, para um destino onde se sentia bem e segura...

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2015-06-26-Reportagem-da-Sky-News-com-testemunhos-sobre-o-ataque-ocorrido-na-Tunisia

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2015-06-27-Professora-e-viuva-ha-dois-anos-a-portuguesa-que-morreu-no-ataque-na-Tunisia

A EasyJet está informar os seus clientes com viagens marcadas para Monastir, na Tunísia, nos próximos 14 dias, que podem mudar para outras rotas ou outras datas sem custos adicionais, segundo uma informação no seu website.  A companhia aérea indica que em alternativa fornece um voucher correspondente ao valor do voo reservado.

O operador turístico TUI, de acordo com uma notícia da agência Reuters, está a organizar voos para os turistas que pretendam regressar da Tunísia.
A TUI também está a comunicar aos passageiros com viagens marcadas para a Tunísia que podem remarcar ou cancelar sem custos até 15 de Setembro.

O primeiro-ministro da Tunísia, Habib Essid, anunciou este sábado que durante a próxima semana vai fechar 80 mesquitas salafitas, por considerar que estes locais são usados para espalhar o "veneno" jihadista.

Em menos de quatros meses, a Tunísia foi palco de dois atentados que transformaram os turistas em alvos a abater. Recorde-se que em março um atentado contra o Museu do Bardo, em Tunes, assassinou 22 pessoas.


Última edição por Guru em Seg 29 Jun 2015, 15:38, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gurudasviagens.foruns.com.pt
AdoroViajar
VIP
VIP
avatar

Mensagens : 93
Data de inscrição : 02/06/2015

MensagemAssunto: Viajar Tours, Travelers, Travelplan e Soltrópico cancelam todos os charters para Enfidha-Hammamet   Sab 27 Jun 2015, 15:59

Os operadores turísticos portugueses com voos charter para Enfidha-Hammamet, na Tunísia, “cancelam todas as suas operações, com efeitos imediatos, assegurando, contudo, o regresso de todos os clientes que ali permanecem”, informou hoje a APAVT, que especifica referir-se às operações programadas pelos operadores Viajar Tours, Travelers, Travelplan e Soltrópico.

A informação indica ainda que esses operadores turísticos “permitirão que os clientes cancelem as suas reservas sem despesas, bastando para tal que as agências de viagens enviem o pedido de cancelamento apresentado pelo cliente”.

“Os operadores turísticos acima referidos garantem também o reembolso dos montantes entretanto recebidos dos Clientes, sendo aplicável o mesmo procedimento referido no número anterior”, acrescenta o comunicado da APAVT, que salienta que “esta decisão, tomada por todos os operadores nossos associados envolvidos em operações charter para este destino, vai ao encontro das preocupações manifestadas pelos Clientes que os operadores e agências de viagens não podem deixar de tomar em consideração”.

A Associação realça ainda que “a posição ora assumida pelos operadores turísticos é a expressão máxima das vantagens que os clientes/consumidores têm em utilizar os serviços dos operadores turísticos e agências de viagens, que têm sempre presente a defesa, dentro das possibilidades, dos seus interesses”.

“É manifestamente com pesar que a APAVT e estes seus associados se vêm forçados a abandonar operações para a Tunísia, quando este País tem reconhecidamente vindo a fazer um enorme esforço na recuperação económica por via do Turismo – Indústria da Paz – e no sentido da própria Civilização de uma forma geral”, diz ainda o comunicado que começa por enviar as condolências ás famílias de todas as vítimas “deste odioso massacre”, uma delas uma portuguesa (para ver mais clique aqui).

Fontes da operação turística portuguesa indicaram ao PressTUR que o cancelamento dos charters não se aplica aos voos para a ilha de Djerba, que são promovidos pelo operador Travelers.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Guru
Administrador
avatar

Mensagens : 382
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : LISBOA

MensagemAssunto: Re: Atentado terrorista, na Tunísia, em Port El Kantaoui, no Riu Imperial Marhaba   Dom 28 Jun 2015, 20:05

Foi precisamente por este País ter vindo a fazer um enorme esforço na recuperação económica por via do Turismo, Indústria da Paz, e no sentido da própria Civilização de uma forma geral que motivou este ataque...

O movimento social da Primavera Árabe teve início, precisamente, na Tunísia e em janeiro de 2011, o Presidente Ben Ali deixou o país e a presidência. A transição para um regime democrático, com um Presidente democraticamente eleito, foi demorado.

A intenção dos terroristas, tanto neste ataque, como no atentado em Tunes, tem um objetivo meramente político. “Na Tunísia, a transição política, o sucesso da transição política, depende da evolução económica do país. Quando se ataca um complexo turístico, um ataque que atinge maioritariamente turistas estrangeiros, o que se está a fazer é minar a economia da Tunísia num período que é crucial.”

O especialista em assuntos militares, o general Loureiro dos Santos, considera que “O que está a acontecer é uma estratégia adotada pelo jihadismo, pelo líder do Estado Islâmico, no sentido de nos aterrorizar: é uma tática de terror. A Tunísia era, digamos assim, um exemplo, único, onde a Primavera Árabe conduziu a uma democracia. Todos os outros países em volta falharam. Mas, pelos vistos, essa mesma democracia está frágil, até por estar muito próxima dos países que falharam. O jihadismo está no seu interior.

Na Tunísia houve uma eleição, um exercício livre, de democracia, e as pessoas têm participado no sentido de estabilizar um governo com influência francesa e próximo dos valores ocidentais..

O objetivo de um ataque destes, num país como a Tunísia, que está mais próximo dos valores ocidentais do que os outros países vizinhos, um país onde as mulheres têm uma participação ativa na sociedade, por exemplo, é claramente o de minar a economia do país.

O Estado Islâmico exaspera com isto, com estes regimes democráticos, que funcionam ou tentam funcionar, e, para eles, há que dar cabo de tudo.

O turismo é um pilar fundamental da economia tunisina. E o turismo teve uma queda muito acentuada logo a seguir à Primavera Árabe. Mas os turistas foram regressando, a economia melhorando, e há que fazê-la quebrar — e quebrar com isso a democracia. Segundo, os ataques têm como alvo cidadãos ocidentais. O objetivo dos terroristas é o de enviar um sinal aos líderes europeus. Um sinal de terror.

*Artigo de "O Observador"
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gurudasviagens.foruns.com.pt
Guru
Administrador
avatar

Mensagens : 382
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : LISBOA

MensagemAssunto: Re: Atentado terrorista, na Tunísia, em Port El Kantaoui, no Riu Imperial Marhaba   Seg 29 Jun 2015, 15:29

Travelers mantém charters para Djerba e “aplicará os gastos de cancelamento”

A Travelers vai manter os charters para Djerba, na Tunísia, e vai aplicar os custos de cancelamento indicados na altura da reserva, assim como fará para os programas com voos da Tunisair entre Lisboa e Tunes, invocando “as indicações do Governo Português”.

O operador turístico, referindo-se ao ataque de sexta-feira em Sousse, que provocou a morte a 39 pessoas, indica que “até informações em contrário” irá “considerar estes terríveis acontecimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gurudasviagens.foruns.com.pt
Guru
Administrador
avatar

Mensagens : 382
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : LISBOA

MensagemAssunto: Quais as zonas de risco de terrorismo?   Ter 30 Jun 2015, 12:39

Zonas de elevado risco para viajar
Reino Unido, Austrália, Espanha e França foram todos classificados pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros inglês como tendo um elevado risco de ameaça de terrorismo.

A Indonésia também figura nesta lista como zona de alto risco.

Outros potenciais locais de perigo são o Líbano, Síria e Israel.

Há também possibilidade de incidentes em Jerusalem e Tel Aviv.

No Egito, o perigo reside principalment nos resorts turísticos mais próximos das fronteiras.

Os resorts de Sharm el Sheikh e Hurghada contam com segurança reforçada.

Aqueles que visitam a Tailândia são avisados para estarem atentos tendo em conta os recentes ataques em áreas turísticas - mas o problema agrava-se mais a sul.

Da mesma forma, quem visita a Argélia deve procurar informações antes de percorrerem grande parte do país, mas existem também vastas regiões de que as pessoas se devem afastar.

Quem viaja a Turquia deve ter também precauções, especialmente junto à fronteira.


Zonas de médio risco para viajar
Entre os países que se considera estarem sob a ameaça geral de terrorismo estão a Itália, Grécia, Chipre, Alemanha e E.U.A.

Além destes, também nos resorts de Marrocos e Emirados Árabes os ataques podem ser indiscriminados.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gurudasviagens.foruns.com.pt
Guru
Administrador
avatar

Mensagens : 382
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : LISBOA

MensagemAssunto: Thomas Cook propõe Portugal como alternativa a clientes com reservas para a Tunísia   Qua 01 Jul 2015, 11:30

A Thomas Cook, um dos maiores grupos europeus de comercialização de pacotes turísticos, aumentou a sua oferta para Portugal, Espanha, Bulgária e Turquia para que os seus clientes com reservas para a Tunísia possam alterar as suas viagens para estes “destinos populares para férias de Verão”.

A Thomas Cook, devido ao ataque em Sousse, na Tunísia, no dia 26, está a oferecer aos seus clientes com reservas para a Tunísia até 12 de Julho a oportunidade de cancelarem as suas viagens sem custos.  Para os clientes com reservas para a Tunísia de 13 de Julho em diante, a Thomas Cook propõe alterar as reservas gratuitamente para outros destinos, com partidas até 31 de Outubro.
“Adicionámos capacidade em quatro outros destinos populares para férias de Verão, incluindo Espanha, Portugal, Bulgária e Turquia, para responder ao aumento da procura”, sublinha o operador turístico numa informação no seu website.

Os operadores turísticos do Grupo TUI no Reino Unido, a Thomson e a First Choice, por sua vez, optaram por colocar 15 novos voos à partida do Reino Unido para outros destinos.
Estes operadores cancelaram as viagens à Tunísia até 9 de Julho e os seus clientes com reservas para este período podem alterar as suas férias sem custos ou receber um reembolso total.

Os seus clientes com reservas para a Tunísia até 31 de Outubro poderão alterar as suas viagens sem custos para qualquer um dos seus destinos, sublinham os operadores nas suas páginas de Facebook.
“Estamos agora a oferecer 15 novos voos de aeroportos no Reino Unido para destinos que incluem Ilhas Baleares, Espanha Continental e Chipre. Além dos clientes poderem mudar as suas reservas sem custos, aqueles que escolherem estes novos voos terão um desconto de 50 libras por pessoa”, acrescentam essas informações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gurudasviagens.foruns.com.pt
 
Atentado terrorista, na Tunísia, em Port El Kantaoui, no Riu Imperial Marhaba
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Como conseguir uma calopsita albina?
» Atentado na Costa Rica
» Macho Cinza port. CB X Fêmea Lutina CB
» Habitat de águia-imperial-ibérica destruído no Tejo Internacional
» garça imperial

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guru das Viagens :: Informações gerais :: Geral-